VIDEO DA SEMANA :

JUDEUS - OS INTOCAVEIS : DEMOCRATAS UNEM-SE AOS REPUBLICANOS EM PROJETO DE LEI CRIMINALIZANDO FALAS CRITICAS A ISRAEL

Se você disser um "ai" contra os judeus ou Israel, você é chamado e tachado de todo tipo de coisas.

Não consigo imaginar qualquer motivo para esta flagrante ofensa contra a Primeira Emenda, exceto para agradar a AIPAC e seus doadores associados a AIPAC (American Israel Public Affairs Committee - Comitê de Relações Públicas America e Israel).

Com Trump como presidente, é fácil esquecer o quão desesperados estão os Democratas no Congresso, inclusive muitos que se parecem com progressistas.

O melhor indicador da corrupção democrática é a escravidão em relação ao lobby que é para eles o que a NRA (Associação Nacional de Rifles) é para o Partido Republicano : O lobby de Israel (o Comitê de Assuntos Públicos Americanos de Israel e suas organizações coligadas).

A evidência mais recente dessa escravidão vem sob a forma de apoio crescente entre os democratas em ambas as Câmaras para a legislação patrocinada pelo senador Benjamin Cardin (D-MD) e co-patrocinado pelo líder democrata Chuck Schumer que tornaria um crime para os americanos apoiar o boicote internacional contra Israel, comumente conhecido como BDS. Qualquer pessoa culpada de violar as proibições enfrentará uma penalidade e multa civil mínima de 250 mil dolares e uma penalidade penal máxima de 1 milhão de dolares e 20 anos de prisão.

De acordo com a ACLU, a legislação de Cardin "impedirá as pessoas dos Estados Unidos de apoiar os boicotes contra Israel, incluindo os seus assentamentos nos territórios palestinos ocupados (ênfase) conduzidos por organizações governamentais internacionais, como as Nações Unidas e a União Européia. Também poderia incluir penalidades por simplesmente solicitar informações sobre tais boicotes. As violações estarão sujeitas a uma penalidade civil mínima de 250 mil dolares e uma penalidade penal máxima de 1 milhão de dolares e 20 anos de prisão... Este projeto de lei impõe castigos civis e criminais aos individuos apenas por causa de suas crenças políticas sobre Israel e suas políticas."

Muito incrível. Por que alguém apoiaria tal lei ? Sim, muitas pessoas (incluindo eu) se opõem a boicotar Israel (embora eu certamente apoie o boicote dos assentamentos), mas como é possível criminalizar simplesmente apoiando um boicote para protestar contra a ocupação ? Afinal, boicotamos estados e municípios aqui em casa para protestar contra a discriminação baseada na raça, identidade sexual ou qualquer outra coisa. Mais recentemente, o estado da Carolina do Norte foi confrontado com um boicote para protestar contra sua política contra permitir que pessoas transgêneros usem banheiros públicos. Como pode ser legal se recusar a fazer negócios com a Carolina do Norte, mas ilegal se recusar a fazer negócios com os assentamentos israelenses ?

A resposta é simples : AIPAC, que é o lobby, poucos democratas (e muito menos republicanos) estão dispostos a enfrentar. Aqui está a "chamada à ação" enviada a todos os membros da Câmara e do Senado, dizendo que, em termos inequívocos, a lei de Cardin é uma prioridade do lobby. Quanto a Cardin, não é nenhuma surpresa que ele seja o principal patrocinador do projeto de lei (1) porque ele nunca se difere de fazer o que o governo israelense quer e (2) ele é um dos principais destinatários de contribuições de campanha de Oficiais do AIPAC e doadores associados. O mesmo se pode dizer de Schumer, que sempre levou água para o lobby. (Ambos os senadores se opuseram ao projeto de lei do presidente Obama para acabar com as sanções contra o Irã, em troca do encerramento do seu programa de armas nucleares).

Eu estou sendo injusto em atribuir tais motivos venais aos democratas que apoiam esse projeto de lei ? (Eu não menciono os republicanos porque o seu apoio para ele se completa completamente com suas visões de mundo, o que não é o caso dos democratas). Eu não penso assim porque cada único democrata que apóia esse projeto de lei anti-livremente se opõe consistentemente aos limites da liberdade de expressão. O apoio a este projeto de lei representa a única vez que eles promovem legislação para restringir a liberdade de expressão. Não consigo imaginar qualquer motivo para esta flagrante ofensa contra a Primeira Emenda, exceto para agradar a AIPAC e seus doadores associados a AIPAC.

Felizmente, esta legislação ainda pode ser interrompida. Aqui estão as listas dos democratas do Senado e da Câmara que co-patrocinam esse projeto abominável. Deixe-os saber de sua oposição. Tão importante, se o seu legislador ainda não é um co-patrocinador, faça-os saber que é melhro ele ou ela não se tornarem um.

Muitos anos atrás, o homem Numero 2 da AIPAC, Steve Rosen (mais tarde acusado sob a Lei de Espionagem de 1917), escreveu-me sobre as atividades da AIPAC: "Um lobby é uma flor noturna. Cresce no escuro e morre ao sol".

O mesmo se aplica aos que estão no Congresso que, desconsiderando seus eleitores, tomam suas ordens de marcha da AIPAC. É hora de brilhar luz solar sobre eles.

A Primeira Emenda não inclui uma exceção afirmando que "não se aplica ao discurso contra Israel ou seus assentamentos". Não podemos permitir que um lobby e seus recortes do Congresso insiram uma exceção. Mas, acredite, esse é o objetivo deles e depois dos apoiantes do BDS é apenas o começo.

FONTE : HPOST

POSTAGENS MAIS VISITADAS :

ACCESS CONSCIOUSNESS - GARY DOUGLAS

LOLITA EXPRESS - O AVIÃO DA PEDOFILIA DE JEFFREY EPSTEIN

OS PROTOCOLOS DOS SABIOS DE SIÃO PDF

PIZZAGATE É VERDADEIRO

VOTAÇÃO : VOCÊ ACHA QUE ACONTECERÁ UMA GRANDE CATASTROFE EM BREVE ???