VIDEO DA SEMANA :

GEORGE SOROS E A UNIÃO EUROPEIA QUEREM CRIAR UMA "EUROPA MESTIÇA E MUÇULMANA", ALERTA PRIMEIRO MINISTRO HUNGARO VIKTOR ORBAN

Na esquerda o primeiro ministro hungaro Viktor Orban, na direita, o judeu terrorista e satanista George Soros

O primeiro-ministro húngaro, Viktor Orban, atacou a George Soros e a União Europeia enquanto a guerra de palavras do estadista contra o bilionário húngaro-americano (judeu) Soros continuam a aumentar.

Durante uma visita de estado à Romênia, Orban acusou Soros de usar a UE para criar uma "Europa nova, mestiça e muçulmana", de acordo com a AP.

O primeiro-ministro disse que Soros é agora mais poderoso em Bruxelas do que em Washington ou Tel Aviv e argumentou que as instituições européias devem lutar para limitar sua influência, informou o jornal húngaro Magyar Nemzet.

"A União Européia, a Comissão Européia deve recuperar a independência das mãos do Império de Soros antes que o bilionário termine seu projeto de destruição do continente", disse Orban em um discurso no 28º evento da Universidade de Verão de Bálványos, no sul da Romênia.

O húngaro afirmou que a reforma da Europa só pode começar apos impedir a imigração ilegal para a UE e que as forças de defesas da fronteira da Hungria irão ajudar com esse esforço.

Durante o discurso, Orban também prometeu que a Hungria apoiará a Polônia em uma disputa contra a UE em relação aos seus polêmicos planos de reforma judicial.

"A ofensiva de inquisição contra a Polônia não pode ser bem-sucedida porque a Hungria usará todas as opções legais na União Européia para mostrar solidariedade aos polacos", afirmou.

Orban e Soros entraram em confronto no passado, mais proeminente sobre a universidade da Europa Central apoiada por Soros. Em junho, o financiador Soros chamou a Hungria de um "estado mafioso" e disse que ele é alvo de uma "campanha implacável de propaganda".

Orban descreveu os comentários como "uma declaração de guerra".

"A única rede que opera de maneiras mafiosas, que não são transparentes... na Hungria é a rede de Soros", disse ele.

Uma pesquisa realizada no Sunday's Magyar Nemzet revelou que 43% dos húngaros pensam que Soros é uma ameaça para a Hungria. Quase tantas pessoas, 35 por cento, disseram que este não é o caso.

COMENTARIOS DE USUARIOS NA POSTAGEM ORIGINAL NO RT :

*Pergunta : Por que um Judeu, no caso, Soros, quer povoar a Europa com imigrantes do Oriente Medio, que são todos muçulmanos ? Afinal, a história mostra que judeus e muçulmanos não se dão bem.
Resposta : O Plano Kalergi, que visa diluir, dividir e conquistar as nações cristãs brancas da Europa para reduzir seu poder, desestabilizar as comunidades e aumentar a violência para encorajar os judeus europeus a emigrar para a Israhell.
A Hungria é o canário da mina de carvão da Europa, Orban é carregador dos valores, tradições e fé cristãs da Europa.

*O Plano Yinon de 1984 é o que está acontecendo na UE e no Oriente Médio no momento.
A guerra do Iraque e, em seguida, a operação da CIA Timber Sycamore, a criação do ISIS faz parte desse plano.
O objetivo era destruir e despovoar a Síria e o Iraque para criar o imperio do Grande Israel.
Rússia, Irã, Síria, Iraque e Líbano estão atrapalhando este plano por enquanto.
E sobra para a UE ficar a sujeira.

*Plano Kalergi e Oden Yinon são dois lados do mesmo shekel (moeda israelense). O primeiro se destina a alcançar o que eu disse acima. Este último pretende criar hegemonia regional para a Israhell pela desestabilização de todos os adversários potenciais, o primeiro Iraque, depois a Líbia, agora a Síria, o próximo Irã. Kalergi procura reassentar os judeus Europeus no Grande Israel, para combater as baixas taxas de natalidade na Israhell em comparação com os seus vizinhos.

*É isso mesmo. Os "judeus" priorizam o efeito de desestabilização dos muçulmanos quando os muçulmanos agora estão invadindo a Europa.
Então eles planejam usar sua estratégia usual de divisão e conquista em relação aos muçulmanos.
Seu "santo" objetivo : Esmagar a Europa e exterminar os europeus.

*A UE levou os refugiados como parte do plano de despovoar a Síria e o Iraque para permitir que Israel assumisse o controle do Grande Israel.
O plano do Grande Israel recuou graças à Rússia, Irã, Síria, Iraque e Líbano.
A UE deveria fazer com que Israel e os EUA paguem pela reconstrução da Síria, Iraque e Líbia e o repovoamento dos imigrantes de volta para suas nações.

*Sim, os judeus podres e repugnantes estão destruindo a Europa

*Vão para o inferno Globalistas.

FONTE : RT

POSTAGENS MAIS VISITADAS :

"RISCO DE CEU NEGRO" : FEDERAIS FAZEM TREINAMENTOS MILITARES PARA "QUEDAS DE ENERGIA GENERALIZADA" E "FALHAS DA INFRAESTRUTURA EM CASCATA"

ACCESS CONSCIOUSNESS - GARY DOUGLAS

VOTAÇÃO : VOCÊ ACHA QUE ACONTECERÁ UMA GRANDE CATASTROFE EM BREVE ???