VIDEO DA SEMANA :

GEMATRIA

A estrela usada na bandeira de Israel é um símbolo demoníaco.

A origem e história da estrela de seis pontas (hexagrama) e seu misterioso vínculo com a humanidade dos tempos do Egito são intrigantes. A estrela de seis pontas tem sido por muito tempo usada em magia, ocultismo, feitiçaria e astrologia, e tem sido encontrada na cena de muitos crimes que a polícia da Califórnia publicou uma diretiva para todas as escolas, avisando às crianças serem cautelosas com esse símbolo. Alguns anos atrás, foi relatado no Toronto Sun, que uma igreja e cemitério foram vandalizados e "estrelas" foram pintadas por todo lugar. O jornal decidiu não dizer que tipo de estrelas na medida em que não queriam que pessoas pensassem que os Judeus tinham sido responsáveis. Talvez os Judeus realmente não foram responsáveis pelo vandalismo. Mas, como sempre, eles poderiam ter sido culpados. Por quê ? Porque os Judeus usam frequentemente itens e se aprofundado em práticas que são contrárias às Escrituras e a Bíblia registra muitas de tais ocorrências.

Por que a maioria dos Judeus usa a estrela de seis pontas, que eles chamam de "Estrela de David", o "Escudo de David" ou "Magen David" ?

Bem, eis o que é intrigante : M. Hirsch Goldberg em seu livro "A Conexão Judaica" declara que : "A Estrela de David não é de origem Judaica – e os antigos Israelitas nunca usaram-na como seu símbolo religioso" (possivelmente eles usavam o Menorah ou Sete Castiçais). Assim, por que a estrela de seis pontas se tornou conhecida como estrela Judaica ? Esse símbolo foi amplamente adotado, não porque o povo Judeu o escolheu. A palavra "holocausto" significa oferenda queimada, e a estrela de seis pontas foi usada no passado quando sacrifícios humanos queimados foram oferecidos a Moloque e Astarote na adoração a Baal. Os poucos Judeus que tiveram algo a ver com a estrela de seis pontas (hexagrama) foram aqueles que estavam envolvidos em práticas ocultas.
O Hexagrama faz parte de diversas religiões, algumas mais antigas do que a própria nação de Israel

Hoje, a maioria dos Judeus exibe essa estrela por escolha, e sem pensar ou fazer um exame minucioso de sua origem e convenção através do tempo. Exibir a estrela de seis pontas se tornou um costume.

A primeira menção da estrela de seis pontas na Biblia foi em Amós Capitulo 5 Versiculo 21, quando Deus irritado diz a seu povo que "Odeio, desprezo as vossas festas, e as vossas assembléias solenes não me exalarão bom cheiro... Antes levastes a tenda de vosso Moloque, e a estátua das vossas imagens, a estrela do vosso deus, que fizestes para vós mesmos...". Sacut (Sakkuth) e Chiun (Kaiwan) significa "estrela" e refere-se a Saturno como uma estrela, e era objeto de adoração idólatra, como eles consideravam ser deuses assírios. A multidão misturada que saiu do Egito com as crianças de Israel levou a estrela com eles. Como o obelisco, a estrela de seis pontas foi um ídolo egípcio usado em adoração idólatra. Em 922 A.C. quando Salomão casou-se com a filha do Faraó, ele se envolveu com adoração a ídolos egípcios e adentrou na magia e feitiçaria. Salomão construiu um altar a Astarote e Moloque, e a estrela de seis pontas, o símbolo principal dos sacrifícios humanos em grupos de magia e feitiçaria vieram a ser chamados de "Selo de Salomão".
Astarote, deusa da fertilidade, da guerra, do sexo e do amor
Quemós, tal deus seria uma versão do próprio Moloque

A estrela de seis pontas, que se tornou conhecida como o "Selo de Salomão" na feitiçaria e mundo oculto. A estrela de seis pontas apresenta-se proeminente em rituais maçônicos.
O símbolo que é chamado de "Selo de Salomão" pela Maçonaria

"E o rei Salomão amou muitas mulheres estrangeiras, além da filha de Faraó: moabitas, amonitas, edomitas, sidônias e hetéias,
Das nações de que o Senhor tinha falado aos filhos de Israel: Não chegareis a elas, e elas não chegarão a vós; de outra maneira perverterão o vosso coração para seguirdes os seus deuses. A estas se uniu Salomão com amor.
E tinha setecentas mulheres, princesas, e trezentas concubinas; e suas mulheres lhe perverteram o coração.
Porque sucedeu que, no tempo da velhice de Salomão, suas mulheres lhe perverteram o coração para seguir outros deuses; e o seu coração não era perfeito para com o Senhor seu Deus, como o coração de Davi, seu pai,
Porque Salomão seguiu a Astarote, deusa dos sidônios, e Milcom, a abominação dos amonitas.
Assim fez Salomão o que parecia mal aos olhos do Senhor; e não perseverou em seguir ao Senhor, como Davi, seu pai.
Então edificou Salomão um alto a Quemós, a abominação dos moabitas, sobre o monte que está diante de Jerusalém, e a Moloque, a abominação dos filhos de Amom.
E assim fez para com todas as suas mulheres estrangeiras, as quais queimavam incenso e sacrificavam a seus deuses.
Pelo que o Senhor se indignou contra Salomão; porquanto desviara o seu coração do Senhor Deus de Israel, o qual duas vezes lhe aparecera.
E acerca deste assunto lhe tinha dado ordem que não seguisse a outros deuses; porém não guardou o que o Senhor lhe ordenara.
Assim disse o Senhor a Salomão: Pois que houve isto em ti, que não guardaste a minha aliança e os meus estatutos que te mandei, certamente rasgarei de ti este reino, e o darei a teu servo.
Todavia nos teus dias não o farei, por amor de Davi, teu pai; da mão de teu filho o rasgarei;
Porém todo o reino não rasgarei; uma tribo darei a teu filho, por amor de meu servo Davi, e por amor a Jerusalém, que tenho escolhido."
(Livro 1 de Reis Capitulo 11 Versículos 1 até 13)

Salomão não prestou atenção aos diversos avisos de Deus para cessar essas práticas abomináveis, mesmo depois que Deus ameaçou arrancar o reino de Israel da mão de seu filho. E realmente, a divisão ocorreu depois da morte de Salomão. A idolatria de Salomão causou a divisão em dois do Reino de Israel. As práticas que ele introduziu para as crianças de Israel finalmente resultou em a Casa de Israel ir para o exílio no Cáucaso, e a Casa de Judá ir para o cativeiro. Foi Josias que posteriormente destruiu esse altar proibido.

O Rei David foi o pai de Salomão, mas ele nunca foi um idólatra. Ele deixou absolutamente claro que o próprio Deus era seu escudo em diversos Salmos, como no Salmo 3:3, no Salmo 28:7, Salmo 119:114 e Salmo 144:2.

O livro "A Estrela de Seis Pontas" é o primeiro e único trabalho acadêmico que documenta a origem e uso desse símbolo. Do Egito de Salomão a magia árabe, e feitiçaria e usos pelos druídas, a franco-maçonaria, a Mayer Amschel Bauer, que no século XVII muda seu nome para descrever a estrela de seis pontas que pendurou na porta de sua casa na Alemanha, e assim começou a família dos "Rothschild" (aparentemente significando "Red Shield", escudo vermelho). A família Rothschild incorporou esse símbolo em sua Corte de Armas. A pesquisa seguia com a estrela de seis pontas através da Cabala, na astrologia, o símbolo sionista, e finalmente a bandeira do Estado de Israel.

GEMATRIA
Um dos muitos moldes codificados numerologicamente, tanto as Gematrias Cabalistica, Judaica, Esoterica, Hermetica, etc, são do Diabo.
O processo primário para a exegese cabalística (estudo bíblico baseado na numerologia, heresia total) da Bíblia é conhecido como Gematria, um sistema babilônico de criptografia envolvendo o uso de letras para significar números. O primeiro uso registrado da Gematria ocorre em uma inscrição de Sargão II (727-707 A.C.).

A Gematria é uma forma de numerologia segundo a qual o alfabeto hebraico é determinado por valores numéricos. Há uma multidão de várias trocas e sistemas para chegar na correta correspondência da letra/palavra. Uma autoridade descreve esse complexo sistema esotérico judaico assim :

“Na gematria ketanah, o valor de cada letra é seu valor na gematria primária com quaisquer zeros finais removidos. Portanto há a gematria clássica envolvendo a escrita fora do nome de cada letra e calculando o total dela. Para o total de uma palavra é permitido acrescentar uma outra, conhecido como o kollel. Três transformações também são usadas: o Atbash em que as primeiras e últimas letras, a próxima e a próxima por último, e assim em diante, são trocadas; o Albam, que divide o alfabeto em duas partes que as letras são trocadas; e o Ayak-Bachar, que é apresentado pela divisão das letras em grupos de forma que as letras de cada tenham a mesma gematria ketanah”

Uma outra importante opinião é dos cabalistas práticos. Eles escrevem que Teli é na realidade um lugar sob o firmamento de Vilon, e que é habitado por seres humanóides, que se deportam em santidade e pureza como anjos. Os mistérios divinos são revelados a esses seres, e eles têm a autoridade de revelar essas coisas a humanos mortais. Métodos são dados por meio dos quais esses seres podem ser contactados.

Originalmente pagã, a estrela de seis pontas (hexagrama), tem sido usada na adoração de Baal desde os dias mais remotos. Descrita em Amós 5:26, se tornou conhecida como o "Selo de Salomão" depois que Salomão se casou com a filha do faraó, construiu um altar para Astarte e ingressou na adoração a Baal. Desde então, a convenção tem continuado em rituais salomônicos na Franco-Maçonaria. Usada bastante na magia e feitiçaria, a estrela de seis pontas tem sido usada como símbolo chefe da adoração a Moloch em rituais de sacrifícios humanos pelo fogo. Usada pelos druidas e astrólogos, a estrela de seis pontas tem sido usada consistentemente nas artes ocultas.
Hexagrama com a cabeça de Baphomet dentro, símbolo demoníaco.

Porque esse símbolo é compreendido de um seis dentro de um seis dentro de um seis (por exemplo, 6 pontas, 6 triângulos, 6 lados do hexágono interno) o pesquisador também incluiu a observancia as profecias do 666 no livro do Apocalipse, etc, com respeito ao "rei desejado, falso messias" (anticristo) e a "marca da Besta". Incluída também, é a significância escritural do número sete, e a descrição bíblica do messias verdadeiro, e o castiçal de sete braços (Menorah), que Deus deu aos filhos de Israel como um pacto eterno, que é também mencionado no Novo Testamento e Livro do Apocalipse. Todas as fontes são escritas na parte inferior de cada página tornando fácil aos leitores vê-las e checá-las. É o primeiro e único livro publicado sobre a origem e história da estrela de seis pontas. O livro contém informação chocante a respeito do uso da estrela de seis pontas e seu vínculo assustador com a humanidade.
60 graus em todos os cantos dos triângulos maiores (666)
Cada ponta da estrela maior, ou mini-triangulo possui 60 graus em cada uma de suas pontas

"... certamente tem três seis, ele contém um seis dentro de um seis, dentro de um seis: 666 – conte os lados de cada triângulo encarando a direção no sentido horário, os lados encarando a direção contrária ao sentido horário, e o terceiro seis – os lados do hexágono interno."
"43 Antes tomastes o tabernáculo de Moloque, e a estrela do vosso deus Renfã, figuras que vós fizestes para as adorar. Transportar-vos-ei, pois, para além da Babilônia."
(Livro de Atos Capitulo 7 Versiculo 43)
Moloque, o deus que recebia sacrifícios humanos, principalmente crianças
O Hexagano também simboliza o deus Saturno/Cronus/Baphomet, pois o próprio planeta Saturno possui um hexágono no seu polo norte, note os anéis em torno do planeta.
Hexagono em branco, dentro o Hexagrama.

Por isso, o atual estado maçônico de Israel é um reino demoníaco, os judeus da carne e da letra são da Sinagoga de Satanás e estão a espera de seu messias, o Anticristo.
Sendo assim, eis o verdadeiro símbolo do Israel babilônico atual
Saturno/Satã, o cristo cósmico, o falso messias dos judeus da carne,  a Besta do 666 do Apocalipse !!!


***COMENTARIO***

Os judeus não são de Cristo, e pior, não creram nele e por fim mataram-no, e hoje no lugar praticam suas bruxarias e estão a espera do falso cristo, por isso são Sinagogas de Satanás e Deus os aniquilará.

"Mas eu vos digo que muitos virão do oriente e do ocidente, e assentar-se-ão à mesa com Abraão, e Isaque, e Jacó, no reino dos céus;
E os filhos do reino serão lançados nas trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes."
(Livro de Mateus Capitulo 8 Versículos 11 e 12)

Os da fé em Cristo é que são os filhos da Promessa e por isso entrarão na Terra Prometida no porvir, na Nova Jerusalém de Cristo aonde ele reinara com os seus.

"Mas é judeu o que o é no interior, e circuncisão a que é do coração, no espírito, não na letra; cujo louvor não provém dos homens, mas de Deus."
(Livro de Romanos Capitulo 2 Versiculo 29)

POSTAGENS MAIS VISITADAS :

"RISCO DE CEU NEGRO" : FEDERAIS FAZEM TREINAMENTOS MILITARES PARA "QUEDAS DE ENERGIA GENERALIZADA" E "FALHAS DA INFRAESTRUTURA EM CASCATA"

ACCESS CONSCIOUSNESS - GARY DOUGLAS

VOTAÇÃO : VOCÊ ACHA QUE ACONTECERÁ UMA GRANDE CATASTROFE EM BREVE ???